Triângulo Dourado & Maldivas

Data

Válido até: 31/Mar/2022

Preço

Desde: 2137€

Operador



**MÍNIMO 2 PESSOAS**Combinado inclui passagem aérea em classe económica; circuito de 6 noites em regime de alojamento e pequeno-almoço; inclui 4 almoços e 5 jantares; assistência à chegada na Índia; visitas mencionadas com guia local espanhol; 4 noites de alojamento nas Maldivas, hotel e regime conforme seleccionado; transferes nas Maldivas; seguro de viagem; taxas de aeroporto e de combustível (sujeitas a alteração até à emissão dos bilhetes).

 

Mínimo 2 pessoas

 

O nosso preço inclui:                                                                            

  • Passagem aérea em voos regulares e em classe económica.
  • 6 noites de circuito em regime de alojamento e pequeno-almoço.
  • Inclui 4 almoços e 5 jantares - sem bebidas.
  • Assistência à chegada.
  • Transporte em veículo com ar-condicionado.
  • Entrada nos locais mencionados no programa.
  • Guia em espanhol.
  • Passeio de elefante / jeep no Forte Amber.
  • 4 noites de alojamento nas Maldivas, hotel e regime conforme seleccionado.
  • Transferes.
  • Seguro de viagem.
  • Taxas de aeroporto e de combustível (sujeitas a alteração até à emissão dos bilhetes).

          

O nosso preço não inclui:

Suplementos de tarifa aérea para outras classes de reserva e épocas altas, visto, bebidas às refeições, taxas fotografia, gratificações, extras de carácter pessoal e qualquer serviço não mencionado no programa.
 

Observações:

Dependendo dos horários de voo, os dias 1 e 2 do itinerário poderão ser ajustados. Poderá ser necessário adicionar uma noite extra ao circuito. 

Maldivas - Para os hotéis cujo os transferes sejam feitos em hidroavião, a chegada do voo internacional a Malé deverá ser até às 15h00 e a partida de Malé deverá ser após as 9h00.

Dia 1 - Portugal / Deli

Comparência no aeroporto com pelo menos 2 horas de antecedência. Formalidades de embarque e partida com destino a Deli, voo com escala. Noite a bordo.

 

Dia 2 – Deli (Meia Pensão)

Assistência à chegada a Deli e transfere para o hotel. Possibilidade de efetuar uma visita opcional ao Templo de Akshardham com possibilidade  de desfrutar de um espetáculo das suas fontes musicais. Sendo um dos maiores Templos Hindus do mundo, e também o mais moderno, foi construído com a ajuda de mais de 3.000 voluntários de todo o mundo e 7.000 artesãos tendo sido inaugurado em 2005. Jantar e alojamento.

 

Dia 3 - Deli (Pensão Completa)

Depois do pequeno-almoço, saída em direção à zona histórica de Deli. Pelo caminho passagem pelo Forte Vermelho, visita a Jama Masjid, a maior Mesquita da Índia e ao memorial de Mahatma Gandhi, Rajghat. A manhã termina com um passeio de rickshaw pelas ruas de Chandni Chowk.

Da parte da tarde visita ao Túmulo de Humayun. Depois partimos para Nova Deli, para conhecer o Templo Birla Mandir, o Templo Sikh Gurudwara Bangla Sahib , Qutab Minar -  o minarete de tijolo mais alto do mundo considerado Património da Humanidade pela UNESCO. Passagem ainda pela Porta da Índia e pelos Edifícios do Governo. Regresso ao hotel, alojamento e jantar.

 

Dia 4 – Deli / Agra (Pensão Completa)

De manhã cedo, depois do pequeno-almoço, saída em direcção a Agra. Chegada  e almoço. De seguida, visita a uns dos edificios mais românticos do mundo, o Taj Mahal*. Mais tarde visitaremos o Forte de Agra, uma verdadeira cidade dentro de outra cidade, que engloba vários monumentos como por exemplo a Mesquita de mármore branca Moti Masjid. Jantar e alojamento.

 

*Nota: O Taj Mahal está fechado às sextas-feiras.

 

Dia 5 - Agra/ Fatehpur Sikri / Jaipur (Pensão Completa)

Depois do pequeno-almoço partida em direção a Jaipur, pelo caminho faremos uma visita à cidade abandonada de Fatehpur Sikri,  capital de curta duração, durante o reinado do Imperador Akbar, sendo uma maravilha da arquitetura, pois foi projetada e construída em pedra vermelha. Continuaremos a viagem até Jaipur. Chegada e check-in no hotel. Resto de dia livre. Alojamento e jantar.

 

 

Dia 6 - Jaipur (Pensão Completa)

Na parte da manhã saída para visita ao Forte Amber. Pelo caminho, paragem para fotografar  o famoso Hawa Mahal – Palácio dos Ventos. Subiremos ao forte num passeio de elefante (ou em jeep). O Forte de Amber é uma fortaleza histórica conhecida por seu estilo único, misturando a cultura muçulmana com a hindu. Depois do almoço visita à cidade de Jaipur onde poderá visitar o Palácio da Cidade dos Marajás e o Observatório. Jantar e alojamento.

 

Dia 7 - Jaipur / Samode / Deli

Pequeno-almoço e saída para Deli. Alojamento num hotel na zona do aeroporto.

Opcional: Almoço no Palácio de Samode.

 

Dia 8 – Deli / Malé

Pequeno-almoço. Em hora a combinar localmente, transfere para o aeroporto de Deli. Formalidades de embarque e partida com destino a Malé. Chegada e transfere para o hotel em lancha rápida.  Alojamento.

Dia 9 e 11 - Maldivas

Dia livre para actividades de carácter pessoal.


Dia 12 – Malé / Portugal

Pequeno-almoço. Em hora a combinar localmente, transfere para o aeroporto de Malé. Formalidades de embarque e partida com destino a Portugal, voos com escala. Noite a bordo.

 

 

Dia 13 – Portugal

Chegada.

 

ÍNDIA

 

1 - Requisitos de entrada

As autoridades indianas exigem que os documentos de viagem (passaporte) tenham uma validade mínima de 6 meses. Para entrada na Índia é necessário visto. o Programa e-Tourist Visa destinado a facilitar a obtenção de visto para entrada no país, que abrange também, desde 15 de agosto 2015, os cidadãos portugueses. Assim, os cidadãos que reúnam as condições para obtenção de visto turístico poderão solicitá-lo online com uma antecedência mínima de 4 dias sobre a data da chegada à India. O visto é válido por 30 dias, podendo ser requerido 2 vezes em cada ano.

 

2 - Vacinas

Não há vacinas obrigatórias para a entrada na Índia, à exceção da vacina contra a febre amarela, para passageiros provenientes de zonas afetadas. Aconselha-se, antes da partida, a realização de uma consulta médica de aconselhamento ao viajante.

 

3 - Moeda

A moeda local é a Rupia indiana 1€ = 79.99 INR.

 

4 - Língua

O Hindi é língua oficial, falada sobretudo no norte da Índia. O Inglês é língua administrativa e vastamente falada em todo o país.

 

5 - Diferença horária

UTC/GMT + 5h30

 

6 - Clima

No norte da Índia há 5 estações - verão: de Maio a Junho; monção: de Julho a Setembro; Outono: de Outubro a Novembro; Inverno: de Dezembro a Janeiro; e Primavera: de Fevereiro a Abril.

No sul, e em geral no litoral, o clima é tropical húmido, sujeito a regime de monção e com pouca variação de temperatura.

A melhor época para visitar o país é entre Outubro e Março.

 

 

MALDIVAS:

 

1 - Requisitos de entrada

Não é necessário visto para os cidadãos Portugueses, no entanto cada passageiro deverá ter consigo o passaporte válido 1 mês após a data de regresso. 

 

2 - Vacinas

Os visitantes que se desloquem às Maldivas não precisam de vacinas ou medicação contra a Malária, a não ser que venham de alguma zona infetada pela febre-amarela.

 

3 - Moeda

A moeda local é a Rufiyaa (1EUR aprox. 16 MVR) e o Laaree - 1 Rufiyaa equivale a 100 Laarees. O USD Dólar é a moeda estrangeira mais comum nas Maldivas, no entanto os euros também são aceites na maioria dos hotéis. Os pagamentos nos resorts também podem ser efetuados por cartões de crédito.

 

4 - Língua

O idioma oficial é o Dhivehi mas em todos os hotéis fala-se pelo menos o inglês.

 

5 - Diferença horária

UTC/GMT +5 hora

 

6 - Eletricidade

240 Voltes, 50 Hz

 

7 - Clima

O Oceano Índico funciona como uma reserva de calor, absorvendo, armazenando e libertando lentamente o calor tropical. Durante o ano, a temperatura das Maldivas varia entre os 24 °C e os 33 °C. Embora a humidade seja relativamente alta, a constante brisa fresca do mar mantém o ar quente em movimento. A época alta nas Maldivas é de dezembro a abril, período em que a ocorrência de chuva é menor, sendo que abril é o mês mais quente. Duas estações dominam o clima das Maldivas: a estação seca, associada à monção norte de inverno, e a estação das chuvas, que traz ventos fortes e tempestades. A mudança da monção seca para a húmida ocorre durante abril e maio. Durante esse período, os ventos vindos do Nordeste contribuem para a formação da monção, que atinge o arquipélago em junho e vai até o final de agosto.

 

8 - Vestuário

Recomenda-se o uso de roupas de algodão para evitar o calor e a humidade. O nudismo é uma ofensa no país. Quando visitam ilhas habitadas, devem ser respeitadas as tradições e a religião dos locais usando roupas que cubram as coxas e os ombros. Protetor solar, repelente de insetos, e chapéus são necessários para uma estadia confortável.

 

9 - Mergulho

É possível praticar mergulho durante todo o ano, no entanto a visibilidade e temperatura debaixo de água, e a fauna marinha, variam consoante a estação. Durante a estação seca, de dezembro a abril, recomenda-se a prática na costa leste, e durante a estação chuvosa, de maio a outubro, o lado ocidental é o melhor.






Subscreva já a nossa newsletter!

Caso deseje esclarecer dúvidas peça mais Informações

Consulte aqui alguns Sites e Informações úteis

Em cumprimento da lei nº 144/2015 informamos que para a resolução de conflitos de consumo deve ser contactada a comissão arbitral do Turismo de Portugal www.turismodeportugal.pt

Capitaltur - Viagens e Turismo, Lda. | RNAVT nº 1944 | © 2021 Todos os Direitos Reservados | Powered by OPTIGEST